Primary tabs

Home » Justiça » Loirinho suspeito de torturar homem e divulgar nas redes sociais
Tue, 04/02/2019 - 08:48

Loirinho suspeito de torturar homem e divulgar nas redes sociais

Delegacia Interativa de Policia
portaldoamazonas.com

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital, sob o comando da delegada Sylvia Laureana, titular da unidade policial, cumpriu no lugar, nesta segunda-feira (1º/4), por volta das 11h, mandado de prisão preventiva por lesão corporal gravíssima em nome de Felipe Fonseca Menezes da Costa, 21, conhecido como “Loirinho”.

De acordo com a autoridade policial, a prisão ocorreu em via pública, na rua Rio Purus, bairro São Francisco. Laureana explicou que o crime aconteceu no dia 29 de outubro de 2018, quando um rapaz foi torturado por cerca de oitos homens em uma região de mata do bairro, após ser acusado de ter furtado 250 gramas de maconha. Na ocasião, os infratores, em posse de armas de fogo, facas e terçados, agiram com extrema violência, filmaram toda a ação criminosa e divulgaram nas redes sociais.

Conforme Sylvia Laureana, a droga furtada pertencia a Despaygne Vieira Trindade, que está preso em Manaus, mas continua comandando o tráfico de drogas naquela região, tendo como gerente do tráfico Rociney Melo Caldas, conhecido como “Velho”, e demais “soldados do tráfico”, envolvidos na lesão corporal gravíssima da vítima.

Fonte : portaldoamazonas.com

Compartelo en: